AGENDA PIRACICABA

3a edição do Agenda Piracicaba aborda a inovação como competência

Evento com Pedro Waengertner contou com a presença de autoridades do estado de São Paulo e de Piracicaba


2021-10-20T16:28:00




A 3ª edição do Agenda Piracicaba abordou o tema
A 3ª edição do Agenda Piracicaba abordou o tema "Inovação e novos negócios - A inovação como competência"
Na manhã desta terça-feira, 19/10, coincidentemente, no Dia Nacional da Inovação , foi realizada a 3ª edição do Agenda Piracicaba. O evento abordou o tema "Inovação e novos negócios A inovação como competência", e trouxe Pedro Waengertner, CEO da ACE, uma aceleradora de startups, e professor da ESPM. O Agenda Piracicaba foi transmitido pela internet, com tradução simultânea em libras, e contou também com a presença de autoridades de Piracicaba e também do estado de São Paulo. 

André Coutinho Nogueira, Copresidente do Grupo EP, abriu o evento destacando os motivos que levaram a 3ª edição do Agenda Piracicaba a ter este tema. "O Agenda busca trazer temas que sejam guias para a iniciativa privada e também para o poder público. Neste ano, pudemos ver o mundo passando por uma transformação digital muito relevante, e isso acarreta a adaptação das empresas e instituições. Inovação passa a ser uma necessidade. O tema tem muita sinergia com a cidade de Piracicaba (SP), onde existe um setor agro muito forte, várias indústrias e a inovação é um cerne para o município".

Pedro Waengertner explica que o tema Inovação é, muitas vezes, relacionado a elementos físicos. "Se antes pensávamos que inovação era apenas adesivar 'post-it' ou ter um espaço físico colorido e bonito, a pandemia provou o contrário. É possível inovar de casa. Algumas pessoas associam inovação à criatividade, porém a inovação está associada à execução, colocar na prática".
 
Pedro Waengertner, CEO da ACE, aceleradora de startups, e professor da ESPM, explicou que o termo inovação está associado à execução.
Pedro Waengertner, CEO da ACE, aceleradora de startups, e professor da ESPM, explicou que o termo inovação está associado à execução.
O palestrante, autor do best-seller "A estratégia da inovação radical", explica que o termo representa uma mudança histórica trazendo um novo conceito para o negócio. Para que isso aconteça, Pedro Waengertner explica no livro que existem 6 princípios mais utilizados pelas empresas que inovam: Inovação é Design Organizacional; Gestão Ágil; Pensamento de Investidor; Trabalhar com Parceiros; Mate seu Próprio Negócio; Cliente no Centro da Equação; 

Mesmo com a pandemia, algumas empresas não pararam de crescer e inovar. Este movimento é explicado pelos 6 princípios que o palestrante traz.  

Inovação é Design Organizacional: "Para inovar um negócio, é necessário mudar a maneira e os processos utilizados bem como a organização da empresa. Não é possível inovar e continuar usando os métodos antigos. Tudo isso está ligado à forma como a empresa opera, seja a estrutura, modelo de liderança e pessoas. Uma solução é criar uma organização ambidestra, onde é investido um modelo organizacional destinado a teste e inovações". 

Gestão ágil: "Quando falamos sobre gerir negócios, fomos educados a usar a previsibilidade como guia. Isso funciona muito bem em ambientes de certeza, mas não ao criar um novo produto. Em cenários de menos previsibilidade, devemos usar uma gestão ágil e mais flexível para experimentar. Não podemos mais ter projetos de 2 ou 3 anos, é preciso encurtar estes ciclos e aprender com o que está acontecendo no mercado, e principalmente aprender com os clientes. Se para fazer uma pequena mudança for necessário passar por dezenas de hierarquias e comitês, não teremos mudança". 

Pensamento de Investidor: "No meio corporativo, pensamos e se der errado este projeto? Pensamos assim porque colocamos muito dinheiro em um único projeto. Eu sou investidor de startups. Seleciono dez startups para investir e sei que oito dentre elas, provavelmente, não darão certo. Porém, sei quanto eu posso gastar com cada uma delas. E as duas que deram certo vão pagar, e muito, todo investimento que eu fiz". 

Trabalhar com Parceiros: "Em tese é interessante, mas na prática é muito difícil fazer. O objetivo é executar atividades com mais rapidez e que faríamos com nosso próprio recurso. Colocar um produto para o cliente gera aprendizado. Colocar um produto na mão dos clientes antes do meu concorrente traz um aprendizado mais rápido que o concorrente, e quem aprende mais rápido ganha o jogo. Precisamos de uma velocidade muito alta e se conectar com o cliente. Para isso, trabalhar com parceiros é uma forma de agilizar este processo". 

Mate seu Próprio Negócio: "É a coisa mais difícil de fazer. Se eu já tenho uma fonte sólida de receita, é muito complicado criar uma nova fonte de receita do mesmo negócio. O que eu quero dizer é que se você não pensar no próximo produto e no próximo mercado que você vai atuar, tem um monte de gente pensando. Um grande desafio é surfar uma onda enorme e abandoná-la para surfar outra que ainda será uma grande onda". 

Por último, Pedro destacou o princípio de focar no cliente, no relacionamento entre empresa e consumidor. "É preciso estar disposto a perder dinheiro para atender bem o cliente. Algumas vezes esquecemos disso, mas precisamos lembrar que os clientes são o nosso seguro".  

Pedro Waengertner concluiu a palestra dizendo que a inovação deve ser uma competência dos negócios modernos, e é isso que faz grandes empresas se tornarem longevas. "Precisamos pensar em inovar e repensar a maneira com que enxergamos a inovação. Isso é importante para qualquer segmento e porte de empresa".  
 

Autoridade presentes
 
O evento também contou com a participação de Rodrigo Garcia, Vice-Governador do Estado de São Paulo, que destacou a importância do tema para o país.
O evento também contou com a participação de Rodrigo Garcia, Vice-Governador do Estado de São Paulo, que destacou a importância do tema para o país.
 
O Vice-Governador do Estado de São Paulo, Rodrigo Garcia, esteve presente no Agenda Piracicaba, e ressaltou a importância do tema. "Cada vez que assistimos a alguma apresentação sobre inovação, a gente aprende. Este tema é o caminho certo para refletirmos sobre os recursos, não só da cidade de Piracicaba (SP), mas também do país". Além disso, Rodrigo Garcia disse que o Governo do Estado de São Paulo está autorizando o aumento de verbas para o Hospital Regional de Piracicaba. "O hospital irá receber R$ 100 milhões. Isso mostra o comprometimento do governo com os municípios", acrescentou ele.

Outra autoridade que estava presente no evento foi Luciano Almeida, prefeito de Piracicaba (SP), que ressaltou o potencial da cidade em relação ao tema.
Outra autoridade que estava presente no evento foi Luciano Almeida, prefeito de Piracicaba (SP), que ressaltou o potencial da cidade em relação ao tema.
  
O Agenda é um ciclo de palestras e debates já tradicional no calendário de eventos do Estado de São Paulo. É uma realização da OA Eventos, empresa do Grupo EP. O patrocínio oficial é da DESENVOLVE SP. O evento conta com apoio institucional da EPTV e apoio de mídia do G1 e do portal ACidade ON. 

Outra autoridade a prestigiar o evento foi o Superintendente do Desenvolve SP, Mauro Miranda, que salientou o pleno funcionamento da economia. "Temos investido em infraestrutura. Neste ano, liberamos mais de R$ 2 bilhões em capital de giro para microempresários. Fomos os maiores repassadores para linhas de financiamentos, de acordo com o Fundo Geral de Turismo. Então podemos ver que o Desenvolve SP está preparado".  

O prefeito de Piracicaba (SP), Luciano Almeida, também esteve presente, e destacou o potencial que a cidade possui. "Sou um fã inveterado do tema da palestra. Piracicaba (SP) é uma base de startups e conhecimento, não só agrícola, mas também de outros setores, e a cidade como uma economia bem diversificada fará ao máximo para ajudar empreendedores".